3 Maus Hábitos de Limpeza da Pele

como limpar o rosto correctamente?

Limpar o rosto é um dos gestos mais importantes em qualquer rotina de beleza. Creio que, inclusive, esta já é uma preocupação da maioria. Porém, também é importante que a limpeza seja feita da forma mais correcta, de modo a realmente beneficiar a saúde da nossa pele - e é por isso que hoje partilho convosco três dos erros de limpeza mais comuns.  

Utilizar toalhitas desmaquilhantes diariamente.
Todos gostamos de toalhitas, sejamos honestos. São práticas de transportar, de utilizar e acabam por nos salvar quando estamos prestes a sucumbir à preguiça. Duas ou três passagens depois, a pele está aparentemente limpa e até dormimos com outra paz. Eu própria cedo à tentação das toalhitas desmaquilhantes; ocasionalmente, mas acontece. Não há qualquer problema em fazê-lo na chamada "uma vez sem exemplo". O problema reside na frequência da utilização das toalhitas desmaquilhantes. 

Como já referi, as toalhitas desmaquilhantes podem ser um óptimo produto SOS, no entanto é importante ter em consideração o quão pouco gentis são para com a pele. Começando pela composição, as toalhitas desmaquilhantes costumam conter bastante álcool ou fortes preservantes; ingredientes estes que têm inegavelmente o seu quê de lógica, já que a toalhita está completamente húmida numa embalagem fechada e necessita de manter-se livre de bactérias. Porém, estes são também ingredientes que podem ressecar ou sensibilizar a pele. O mesmo pode ser dito do modo de utilização das toalhitas desmaquilhantes, que obriga que utilizemos mais pressão para uma melhor remoção da maquilhagem - isto quando todos os movimentos que fazemos na pele do nosso rosto devem ser extremamente suaves. A verdade é que temos tendência a aumentar a pressão para ver mais eficácia, porque a maioria das toalhitas não possui ingredientes capazes de limpar realmente a pele; estamos, muitas vezes, apenas a mover a maquilhagem de um lado para o outro e a ser socorridos só pela humidade da toalhita.

Limpar a pele em demasia. 
Guilty as charged! Demorei demasiado tempo a compreender que aquilo que associava a "sensação de limpeza" não era benéfico para a minha pele. Sempre tive tendência a crer que um bom produto de limpeza tinha de deixar a minha pele com um toque completamente seco;  não podia sentir um quê de óleo na minha pele. Para agravar a situação, desvalorizava a hidratação pela minha pele estar bastante mais oleosa. Conclusão: estava a desproteger por completo a minha pele. 

A nossa pele possui uma barreira lipídica protectora, que tem como principais funções proteger a pele dos agressores externos e reter a hidratação. Na sua maioria, essa barreira é constituída pelo nosso próprio sebo; ou seja, o sebo, quando produzido de uma forma controlada, é essencial para o bem-estar da nossa pele. Ao não escolhermos os produtos ideais para a limpeza do nosso rosto, podemos estar a livrar-nos também de óleos essenciais ao bom funcionamento da nossa barreira lipídica e, consequentemente, a desproteger a pele. Por norma, este "pecado" é cumprido com mais frequência pelas peles oleosas, que normalmente associam eficácia à sensação de secura - como era o meu caso. Geralmente, os produtos mais económicos de limpeza recomendados a este tipo de pele estão munidos de álcool, um dos ingredientes mais responsáveis por essa sensação - uma rápida leitura na listagem de ingredientes despista este tipo de situações. Por isso, e até para as peles mais oleosas, fica a dica: depois da limpeza, a pele deve estar confortável e fresca, contudo em momento algum devemos sentir a pele a repuxar ou "dura". 

Atenção também às novas tendências da beleza e à quantidade de cleansers que estão a utilizar na vossa rotina: um máximo de dois passos é suficiente. Se por acaso, sentirem necessidade de utilizar mais produtos, é porque as vossas escolhas iniciais não são as correctas para vocês. 

maus hábitos de limpeza de rosto

Limpar o rosto no banho. 
Esta não é uma condição aplicável a todos nós, porém lavar o rosto durante o banho não é recomendável pela temperatura da água. Por norma, tendemos a lavar o nosso corpo com água quente. Lavar a pele do nosso rosto com água demasiado quente leva à mesma conclusão que lavá-la em demasia: desprotege-a e desidrata-a. Este fenómeno não acontece apenas com o rosto, mas também com o corpo, porém a pele do nosso corpo permite um pouco mais de flexibilidade na temperatura. 

Idealmente, devemos tirar toda a maquilhagem antes de tomar banho. O vapor de água abre os nossos poros, podendo dificultar a remoção da maquilhagem com eficácia. Contudo, também é recomendável lavar o rosto com um produto próprio após o banho. Ao lavarmos o cabelo, especialmente, o rosto acaba por estar em contacto com resíduos de ingredientes que não têm qualquer pertinência para a nossa pele por isso, o ideal é realmente removê-los. 

What's your opinion?

Fico genuinamente muito grata pelo tempo perdido a escrever cada comentário. Movem-me, sempre, a querer oferecer mais e melhor conteúdo a cada dia! Para uma resposta mais rápida, por favor, recomendo o e-mail thepinkelephantshoe@gmail ou uma DM pelo instagram. Novamente, obrigada <3