TEMOS MESMO DE FALAR SOBRE ISTO!

Retirei os nomes por opção própria, mas o artigo pode ser lido na íntegra aqui. 

Não sou de dar extensão a polémicas, mas é impossível para mim não me pronunciar acerca do que tenho lido sobre influencers nos últimos dias, especialmente pela falta de perspectivas do outro lado. 
O que realmente despertou novamente esta onda de descrédito aos influenciadores foi a resposta publica de um dono de um hotel em Dublin a uma influenciadora, que pretendia usufruir de um quarto e respectivos serviços durante cinco dias a troca de publicidade no seu canal de youtube e instagram.   



Como é internet é um espaço de opinião, consequência realmente do mesmo avanço que cria este tipo de emprego, abri o Facebook e deparei-me com inúmeras pessoas transtornadas: não entendiam o porquê da influencer contactar o dono do hotel, alegando que "queria um quarto só porque era uma youtuber", contavam as más experiências que tinham tido "com bloggers que só queriam borlas" e cheguei inclusive a ler que "deviam deixar de escrever sobre beleza e moda, fazerem-se à vida e dedicarem-se a causas humanitárias".

Infelizmente, o mesmo avanço que me permite ter uma voz, obriga-me a ter de ler um constante desrespeito por aquilo que faço todos os dias. Preocupa-me que no nosso século ainda não exista sequer uma compreensão relativamente a novos empregos e tanta desinformação relativamente a este tema. Porque, quer as pessoas o queiram ver ou não, a nossa forma de comprar evoluiu. Actualmente, tenho o hábito de pesquisar na internet acerca de qualquer coisa antes de a adquirir, esteja eu a falar de electrónica, maquilhagem, produtos de beleza, livros e até inclusive produtos alimentares mais virados para nutrição; procuro opiniões e informação de forma a investir o meu dinheiro de uma forma que funciona para mim - isto numa primeira frente e sem referir influências. Cada vez mais me sinto menos atraída pelos anúncios de TV (aliás, consumo cada vez menos televisão), rádio, pela publicidade palpável como cartazes ou folhetos mas, se por acaso acontecer, vou ler acerca do assunto na internet. Chega inclusive a ser-me inerente. E sim, vou ler aquilo que criadores de conteúdo produziram, tantas vezes sem qualquer tipo de compensação. E estes meus hábitos são efectivamente os de milhares de pessoas. 

Isto fora as dezenas de vezes que sou influenciada a comprar. Óbvio que este fenómeno ainda não acontece com todas as gerações, mas hoje em dia é impossível eu não sentir pelo menos curiosa acerca de um produto que a Inês Rochinha referiu como favorito - posso não ir a correr comprá-lo, mas fico alerta de que ele existe. Mas sim, é bem possível que, se me identificar e fizer parte das minhas necessidades, venha inclusive a adquiri-lo. O que a influencer estava realmente a oferecer era publicidade. A influencer não pretendia um quarto "de borla", queria um quarto disponibilizado por cinco noites em troca de um vídeo acerca do local e uma série de publicações no instagram. Influencers, hoje em dia, são tão válidos quanto um anúncio de televisão em horário nobre. A influencer em questão possuía um público de cerca de 87000 subscritores no youtube e 78000 no instagram - portanto sim, ela tinha algo a oferecer. Através de uma fotografia bem editada, facilmente cativaria a atenção de centenas, senão milhares de pessoas para o espaço a troco de um quarto. Porque é que este tipo de trabalho é visto como ilegítimo? Se faz sentido gastar centenas de libras num cartaz em plena capital, porque é não faz sentido ceder um quarto em troco de publicidade? Ninguém é obrigado obviamente a aceitar a proposta, porque pode realmente não fazer sentido para o dono. Ok, agradecemos e seguimos em frente. Não há necessidade de desacreditar o trabalho de quem está a prestar um serviço e sinceramente, denegrir um serviço que nem se experimentou. 

Um artigo num blog é publicidade permanente, porque é que ainda é tão pouco associado ao marketing? Porque é que o trabalho de um influencer é visto como nada? "Quer um quarto a troco de nada", "só quer borlas". Pessoalmente e como tenho uma vida normal e um emprego além da minha posição na internet, perco horas de sono e momentos com os que amo para manter o blog actualizado diariamente. Perco horas a tirar fotografias atractivas, perco horas com a edição perfeita. Perco horas a pesquisar sobre componentes, perco horas a escrever de forma pertinente, perco horas a pesquisar sobre temas actuais dentro do meu nicho, perco horas a divulgar o meu trabalho na esperança deste ser reconhecido um dia. Crio entretenimento visual e reúno informação pertinente para vos apresentar todos os dias a troco de nada, ou de muito pouco (porque ninguém vive de cremes, meus amigos), simplesmente porque gosto e claro, porque ambiciono um dia ter a influência daquela youtuber. Porque sim, o meu esforço merece ser reconhecido. O meu trabalho, a minha honestidade, o meu investimento merece ser conhecido e visto como um emprego. 

Ser blogger é exigente. Quem diz blogger, diz youtuber ou instagrammer. Exige um horário para cativar leitores. À medida que esses leitores surgem, existe a necessidade de investir numa boa máquina fotográfica. De seguida, num bom software de edição. O telemóvel depressa se torna demasiado lento para todas as redes sociais onde temos de ter uma presença e surge a necessidade de um modelo acima. Já para não falar do computador no qual se torna insuportável trabalhar porque não tem capacidade para todos os programas necessário. De repente, luzes artificiais começam a fazer sentido, acessórios para fotografias bem feitas. A paixão torna-se tanta que talvez uma ou duas formações dentro da área ajudem. Agora, perguntem-me se já recuperei o investimento que fiz nesta paixão. Só isso, numa simples paixão que claramente, ninguém valoriza. 

É importante dizer que sim, eu tenho consciência que existem pessoas desonestas e mal formadas (mal amadas também). Como em qualquer meio. Tenho a certeza que nem todos os advogados se sentem representados pelo colega que forjou provas para provar a inocência do seu cliente; tenho a certeza que nem todas as cabeleireiras se sentem representadas pela colega que estragou o cabelo à sua nova cliente; aliás, tenho inclusive a certeza que quem trabalha na restauração está cansada do colega que chega constantemente atrasado e ninguém o repreende. Mas eles existem. Existem influencers sem retorno real, que compram seguidores, que inclusive não são sinceros nas suas opiniões e que só querem borlas. Mas cabe aos bons profissionais provarem o valor do seu trabalho, dar bom nome à sua profissão e procurarem destacar-se, como em qualquer outro contexto. E quer queiramos quer não, a era do digital chegou para ficar e vai empregar muito boa gente - e eu só bato palmas a quem se está a preparar para a receber de braços abertos. 


Gostaria muito de ler a vossa opinião acerca deste assunto. 

   

45 comentários

  1. Tens toda a razão no que dizes. Mas muita gente não entende que para ser blogger, youtuber ou instagrammer, é preciso muito esforço, dedicação e muito trabalho.


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  2. Isto acontece porque as pessoas ainda não perceberam que as marcas ganham muito mais com os influencers do que com as publicidades na tv ou em cartazes. É um trabalho como outro qualquer, há que dar crédito. Bons e maus profissionais há em todo o lado, não podem é uns ditarem o sucesso ou ética dos outros.

    ResponderEliminar
  3. O que se calhar muitos ainda não perceberam é que as proprias marcas ja preferem anunciar com as bloggers do que nos media tradicionais e tudo porque têm mais retorno. Por isso é que ha muita gente aborrecida com o sucesso dos digital influencers. Adorei o post!

    https://strawberryleopard.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Concordo plenamente contigo linda... !!!

    Um beijinho,
    http://thesoulofacosmopolitangirl.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Acho que ele não precisava de ter tornado público,bastaria só dizer que não.
    E acho que também estamos a nos esquecer de uma lado bastante importante, o dono do hotel podia ter aceitado a proposta e ela fazer publicidade em troca. Mas nessa situação já se poria a credebilidade dessa influencer em questão. Afinal, nessa situação ela estaria a fazer publicidade do hotel porque gostou mesmo ou porque ficou instalada de graça?
    Há muitos pontos de vista sobre essa situação e nenhum deixa de ser plausivel.

    Beijinhos :)
    https://dailyvlife.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Neste caso, como em qualquer outro, é preciso tomar uma decisão "com peso e medida". O Hotel esteve bem na sua posição? Não propriamente. Se, pela notícia e pelo que é de conhecimento público, já teve más experiências anteriormente? Seguramente. Se "paga o justo pelo pecador"? Claramente. E acho que foi isso que aconteceu neste caso. De algumas experiências más que o hotel teve, acabou por meter "todos os digital influencers dentro do mesmo saco" e assumiu esta posição. Certamente, que este caso "foi a gota que transbordou do copo".

    É certo que todos nós, bloggers, investimos algo de muito precioso nos nossos projectos - tempo. Tempo que às vezes precisa de ser espremido ao máximo dos nossos dias, tempo que às vezes precisa de ser trocado em troca de algo que nos dê mais prazer ou uma actividade de lazer (que poderá ser efectuada mais tarde). Para além de tempo, investimos dinheiro. Com esperança de ter retorno? Claro. Ninguém vive de cremes e acessórios, tal como referes. Todos nós queremos ter algum retorno, todos nós ambicionamos ter reconhecimento e o mínimo de credibilidade junto dos nossos leitores e possíveis parceiros.

    Se existem maus bloggers? Sim. Se existem maus profissionais? Sim, em todo o lado. Resta-nos trabalhar e marcar a diferença. Resta saber nos diferenciar dos demais e dos maus exemplos. Provar porque se pode "investir" em nós. Provar que somo bons profissionais, competentes e zelosos pelo nosso trabalho. Isso, sim, é o mais importante.

    Beijinhos,
    Ricardo
    www.opinguimsemasas.pt

    ResponderEliminar
  7. Concordo totalmente! Há tanta gente que não faz ideia da trabalheira que dá ser blogger... é preciso muita dedicação e, claro, trabalho!

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  8. Minha querida, desde já concordo completamente com tudo o que escreveste.
    Ser blogger requer tempo, esforço, dedicação e muito mais.
    A verdade é que, falando por mim, talvez seja muito mais fácil adquirir um produto por influência de uma youtuber ou de uma blogger. Assim, o facto de imensas bloggers/youtubers falarem de um determinado produto em massa fá-lo ganhar destaque, mais do que propriamente os anúncios televisivos. Acredito que cada vez mais pessoas vão, como dizes, procurar a opinião de pessoas acerca de um produto...Eu própria também faço isso! Aliás, é raro comprar um produto sem ler algo anteriormente sobre ele, nem que seja na correria de um supermercado, onde me ponho a pesquisar o tom mais certo, etc. E muitas das vezes, é graças a nós bloggers (e youtubers, claro) que as pessoas compram uma base via online, por exemplo. Digo isto porque, graças ao trabalho que o(a) blogger teve, a pessoa consegue mais facilmente achar o seu tom, por exemplo. Talvez, sem isto, as probabilidades de ela ter comprado aquela base seriam muito menores.
    A verdade é esta minha querida e, mais uma vez digo, concordo completamente com as tuas palavras e os influenciadores em geral são muito importantes nos dias de hoje.
    Um beijinho babe,
    Beauty and Fashion | Instagram

    ResponderEliminar
  9. Não sabia desta noticia, só tive conhecimento hoje, através do teu FB. É, realmente um assunto polémico! Eu estou sempre um pouco de pé atrás com todas as noticias, hoje em dia, porque a comunicação social tem tendência a manipular tudo e mais alguma coisa!

    Se tudo for verdade, acho que o Hotel teve uma atitude irresponsável e há outras formas de responder e recusar a proposta de forma educada e correcta. Não eram obrigados a aceitar mas poderiam fazê-lo com respeito por quem propôs!

    Quanto à Influencer, se iria ser honesta na sua opinião ou não, é incógnita! Mas isso é como tudo, há bons e mais profissionais em todas as profissões e em todos os lados!

    Beijinho grande <3
    http://demantanosofa.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. Concordo completamente! Fiquei muito triste com essa notícia, a moça não fez nada de mal para sofrer os ataques que sofreu, ainda para mais pela quantia que vai ter de pagar ao hotel "só porque sim" --'
    Beijinho**

    https://tinygirlreviews.wordpress.com

    ResponderEliminar
  11. Muitas pessoas pensam que ser blogueiros é coisa fácil, mais ser blogueiro existe muito esforço e dedicação. Não sabia dessa notícia, só fiquei sabendo por seu blog, fico muito triste em saber que muitos desvalorizam o nosso trabalho.


    Blog S.O.S Pedro

    ResponderEliminar
  12. Concordo plenamente! Não sabia desta notícia mas é triste ver o quando descridibilizam o nosso trabalho. Mas, se pensarem melhor, talvez antes de comprar um creme ou uma base, vão pesquisar por ele na internet. Estão a ser influenciados e nem sabem... E depois dizem estas barbaridades.

    ResponderEliminar
  13. Adorei bastante a tua partilha , algumas pessoas peças que ser um blogger não da trabalho e ainda temos de ter sempre novas ideias para partilhas .
    Ah pessoas mesmo que não tenham noção do que fazem e dizem
    Beijinhos
    Novo post ( Review Sapatilha Preta ) // CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  14. People don't understand how much time and effort it takes to be a blogger! I took the last two months off from blogging so I could deal with my recent break up, and I was shocked by the amount of free time I had that I normally spent on blogging. I'm happy to be back though

    ResponderEliminar
  15. Tudo isto é muito triste e revoltante. Na minha opinião, parece-me que o hotel se aproveitou da situação e do facto da moça ser influencer para ganhar com isso. Afinal foi o hotel que levou em primeiro lugar o assunto para o publico, de outra forma nao se teria sabido de nada.
    O hotel poderia ter negado e a proposta da influencer ficava por ali. Não havia necessidade desta confusão toda, aproveitaram-se da situaçao para lucrar com isso.

    Beijinho e ótimo post. Parabéns.

    ResponderEliminar
  16. Eu concordo inteiramente com tudo o que foi referido. Vendo bem as coisas o acordo seria muito mais benéfico ao hotel pois teria publicidade com um custo bem mais reduzido comprando com as maneiras tradicionais de marketing.
    Pior foram os novos desenvolvimentos desta história, o dono do hotel pediu uma indemnização à youtuber pois esta ficou mais conhecida desde que a história se tornou viral. Não entendo a estratégia deste hotel, provavelmente observaram a idiotice do que tinham feito e agora querem lucrar à custa dela.

    All We Need Is... | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  17. Por vezes há pessoas neste ramo que acabam por prejudicar outras, no entanto, o nosso trabalho é mesmo isto, com que base nós vamos avaliar algo se não o podermos experimentar? Isso tanto vale para nós como para qualquer outra pessoa. Há que entender que ser influenciadora digital passa muito por isto!

    Beijinhos,
    Inês
    http://www.indiglitz.pt

    ResponderEliminar
  18. I agree with you, sadly the world is not ready yet for these changes. I don't consider myself an influencer, what I do with my blog is sharing my opinion, my experiences and my thoughts on different products, trends and shops both online and in real life. I myself before buying something, like to search online reviews and opinions on results and ways to use best a product for example.
    I hope that soon things will chance.
    Wish you a fantastic evening.
    Greetings,
    Flo

    ResponderEliminar
  19. Oi Katia as pessoas não tem noção o que é ter um blog, exige tempo e pesquisa. E olha ...eu que o diga.Que quase não tenho tido tempo de visitar amigos queridos(as) blogueiros(as) como você. Ainda mais postar algo no meu blog.Com certeza querem lucrar em cima da moça. Bjs, Feliz ano novo

    ResponderEliminar
  20. Concordo com o que você disse, Cátia.
    Esse hotel, quis lucrar em cima dessa moça.. talvez uma jogada de mkt.

    Um beijo,

    My Pure Style x My Instagram x My Facebook 

    ResponderEliminar
  21. Nem sabia da existência desta noticia.
    Concordo com cada palavra que escreveste!
    Um beijinho,
    http://myheartaintabrain.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  22. Confesso que soube da notícia pelo teu post, e concordo contigo.
    Realmente à pessoal que não é correcto, mas também isso é como dizes existe em todas as profissões e em todo o lado.
    E o que aconteceu a esta youtuber, não me parece muito correcto da parte do hotel, pronto bastava responder que não aceitava e acabava ali a situação.
    Concordo que cada vez mais esta será a forma de promoção mais utilizada, pois cada vez ganha mais forma, admiro imenso algumas bloguers, pelo trabalho que fazem.
    Beijinhos
    https://a-carlota.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  23. É muito chato ler essas coisas quando se sabe de todo o trabalho e horas que estão por trás de ser "influencer". Concordo a 100% contigo.

    www.catmorais.com

    ResponderEliminar
  24. Estou completamente de acordo com a tua opiniao!
    Já tinha lido a noticia e fiquei muito espantada

    http://mourissima.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  25. Interesting post dear! thanks for sharing xx

    ResponderEliminar
  26. obrigada pelo comentário <3
    disseste tudo! que situação de mau gosto, espero que as pessoas comecem a ter uma mentalidade mais aberta, os tempos estão sempre em constante mudança.

    www.pinkie-love-forever.blogspot.com

    ResponderEliminar
  27. nao sabia da situacao... e de facto embaracosa... ok ela tb podia ter pedido so uma noite ja era bom :) mas sim a verdade e que o nosso trabalho nao e reconhecido... pedes a alguem 5euros ou 10 euros pa fazer um post e ninguem te o da... querem tudo degraca... mas os teus followers nao cairam do seu... tu tens de estar ali 24horas online ... anyway isto e tudo uma longa historia e minha querida o teu trabalho e fantastico...

    lendo os teus textos da para perceber que realmente te empenhas naquilo que fazes...parabens mulher

    beijinho

    www.moreeli.com

    ResponderEliminar
  28. Não podia estar mais de acordo contigo minha querida, é uma pena que pensem que só fazemos isto porque queremos ganhar coisas grátis e que achem que não dá trabalho nenhum, o que não é de todo verdade. Enfim, vais ver que um dia o nosso trabalho ainda vai ser reconhecido.
    Beijinhos
    http://virginiaferreira91.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  29. Alô :)
    Concordo absolutamente contigo... É muito fácil criticarem um trabalho que nunca tiveram.
    Não queria aceitar a parceria dizia que não é ponto final, acho que não há necessidade de toda esta (não) polémica.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  30. Já tinha acompanhado as publicações no teu instastories e agora com o teu texto só posso concordar por inteiro! Acho muito desagradável da parte do hotel mesmo.
    Beijinhos, www.thefancycats.pt

    ResponderEliminar
  31. Disseste tudo, não tenho nada a acrescentar e tenho mesmo pena que não valorizem o nosso trabalho e pensem que facilmente se é blogger ou youtuber, são muitas horas perdidas para o dito "nada" vindo do outro lado... Vou partilhar o post no meu facebook! kiss^^

    Patsilvarte : blog | youtube

    ResponderEliminar
  32. Pessoas mal formadas e mal intencionadas, infelizmente, vamos encontrar em todas as profissões. O que não me parece justo é descredibilizar determinado emprego porque ou não compreendo bem os seus contornos ou tive uma má experiência com alguém desse meio.
    Acredito que que o dono do hotel, em parte, se tenha tentado salvaguardar. Porém, acho que não o fez da melhor forma. Podia muito bem ter recusado ou, então, propor outras condições, sem ter que expor publicamente. Eu conseguia compreender esta postura se ele tivesse concordado com a influenciadora e ela não tivesse cumprido com a parte dela. Como não foi o caso, parece-me excessivo.
    Honestamente, acho que as pessoas não têm mesmo noção do tempo que gastamos a preparar uma publicação, por exemplo. O meu blogue é amador, não tenho qualquer rendimento com ele, e perco horas a escolher a foto que melhor se enquadra, a escrever e a reler o meu texto, a visitar outros bloggers e a responder a comentários. Faço-o porque gosto mesmo disto, porque me sabe bem, porque é quase terapêutico, mas custa perceber que há quem olhe para tudo isto de lado e ache que não tem qualquer utilidade. Ok, para essas pessoas até pode não ter, mas voltamos ao mesmo: não precisam de descredibilizar este meio para fazerem valer a sua opinião!

    r: Sempre que vou à página do «Às 9 no meu blogue» revejo-me em tudo :p

    ResponderEliminar
  33. Fiquei a saber da noticia através do teu instastories e achei que foi mesmo uma atitude muito triste da parte do hotel. Acabaram por perder uma oportunidade de ganhar clientes. Subscrevo as tuas palavras, eu já nem vejo televisão, por isso para mim quando quero comprar algum produto é na internet, através dos videos no youtube ou das reviews em blogs, que me informo, e muitas vezes há produtos que me chamam a atenção enquanto leio blogs ou vejo videos.
    Enfim, é triste que ainda haja pessoas tão mal informadas
    Beijinhos
    http://universodamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  34. Eu estou de acordo contigo mas realmente é um caso polémico, sem dúvida!

    ResponderEliminar
  35. Acho que temos um caminho bastante longo até os bloggers serem respeitados pelo trabalho que têm, as pessoas não dão a mínima, acham que são uma cambada de desocupados que gostam de postar umas coisas.
    Mais longe ainda está o facto das pessoas perceberem o que são influenciadores, já são todos os dias influenciadas por várias dessas pessoas, mas ainda não sabem o que isso significa.
    Não sabia dessa polémica, porque sinceramente tento filtrar toda a informação que é negativa para mim, faço o que gosto sem ligar para o que pensam ou dizem.

    MRS. MARGOT

    ResponderEliminar
  36. Concordo contigo ser blogger, youtuber e instragrammer é exigente temos de ser criativas e mostrar coisas novas como novo conteúdo e assim. Também gosto de procurar e fazer pesquisas sobre vários tipos de produtos para ficar a saber mais sobre ele e isso assim para me por a par para saber se valerá a pena ou não.
    https://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  37. Melhor post em Português que li sobre este assunto :D <3
    Obrigada querida!

    Beijinho,

    ResponderEliminar
  38. Infelizmente, quando algo de menos bom acontece e se torna público, as pessoas teimam em tirar as piores opiniões e a colocar tudo no mesmo saco. Infelizmente ainda há muito a fazer pela mente de muita gente para que possam valorizar um pouco mais o trabalho dos outros. Beijinhos*

    ResponderEliminar
  39. Ainda estamos num processo de transição e omo ainda por cima vivemos numa época em que toda a gente fala só porque sim o mais normal é lermos comentários menos agradáveis como referiste. Eu, tal como tu, hoje em dia quando quero comprar algo, especialmente se for algo mais caro, procuro sempre ler várias reviews antes de o fazer!

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  40. Que texto magnifico Cátia. Tu és muito boa, muito esforçada e o teu, o nosso trabalho irá ser reconhecido! Parabéns

    beijoooo

    https://despertarosonho.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  41. Concordo com tudo o que falaste. Infelizmente quando julgam, não julgam somente quem fez mal mas todos os que são bloggers, youtubers e instagramers. Quer queiram quer não, agora existirão vários empregos devido aos blogs e aos vídeos. É quase inevitável. Eu também investi no blog e em muitas coisas e não obtive quase retorno nenhum. Mas ninguém valoriza isso. Beijinhos

    www.carolinafranco.pt

    ResponderEliminar

Sê bem-vindo/a! Obrigada pelo teu comentário, são as tuas palavras que movem o blog! Se começaste recentemente a seguir o blog, deixa-me um comentário a informar, para que possa visitar o teu. <3
Thanks for the comment, your words mean everything to the blog! If you just started following the blog, leave a comment here to check out your blog.